Espalhe por Whatsapp

Você precisa ser estupidamente rico para comprar um time da NBA

08 de Janeiro | Renato Campos

Se você acompanha a NBA, pelo menos uma vez viu um senhor nos assentos ao lado da quadra, usando roupas extravagantes e um chapéu arrumado estilo cowboy sempre ao lado de uma belíssima jovem. Esse cara se chama Jimmy Goldstein e comparece a centena de jogos durante uma única temporada. Ele é um fã de carteirinha da NBA, mas anos atrás o então comissário da NBA queria que o ilustre torcedor fosse mais que isto.

De acordo com o próprio Goldstein, Stern tentou convencê-lo a comprar o time de sua cidade, o Milwaukee Bucks, por volta do ano 2000. Mas quando Michael Jordan entrou em cena, Goldstein recuou. Recentemente, em entrevista ao repórter Chris Vernon do The Ringer, Goldstein revelou os times valem muito mais do que ele poderia pagar.

Como ele pode pagar por tantos jogos?

Chris Vernon: Qual era seu emprego? O que você fazia. Você já mencionou algo sobre investimentos.

Jimmy Goldstein: Eu fiz muitos investimentos imobiliários na Califórnia.

Vernon: Mas relacionado a aluguéis? Você comprava propriedades e foi alugando durante os anos?

Goldstein: A maioria eu comprei no passado, exatamente.

Vernon: É uma boa forma de resumir. Você comprou uma boa quantidade de propriedades que lhe trouxe a sua forturna hoje.

Goldstein: Correto.

Vernon: E deve ser muito dinheiro. Você usa um chapéu de US$ 4 mil doláres e uma jaqueta de US$ 10 mil.

Goldstein: Eu não sou um bilionário.

Vernon: Você não é?

Goldestein: Existem muitos milionários ligados a NBA. Eu não chego perto de ser um deles.

Ele poderia ser dono do Bucks

Goldstein: David Stern veio conversar comigo para aplicar meu dinheiro em um time da liga. Na época ele tentou me fazer uma oferta pelo Milwaukee Bucks quando eles se ofereceram para venda. Acabei ficando interessado.

Vernon: Seria um belo retorno pra casa.

Goldestein: Mas aí Michael Jordan entrou na jogada, e ele sem dúvida é uma figura muito mais atrativa para ser dono de um time do que eu. Mas as negociações com Jordan não caminharam e o Bucks acabou não sendo vendido.

Hoje em dia times são muito caros

Goldestein: Hoje em dia os times são extremamente caros. Eu não posso nem considerar tentar comprar um, mesmo que eu tenha prestígio dentro da NBA. Eu tenho uma boa relação com muitos times da liga. Não tenho certeza que se fosse dono de um time, teria esse relacionamento que tenho hoje.

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Curta a Hoop78 no Facebook

Siga: Acompanhe o Hoop78 nas Redes Sociais:
facebook
twitter
instagram