Espalhe por Whatsapp

Você se lembra da And1 Mixtape Tour?

18 de Agosto | Ricardo Romanelli

Os fãs do basquete do começo da década passada certamente lembram de assistir a programas sobre a And1 Mixtape Tour, uma competição de streetball que percorria os EUA e até outros lugares do mundo, como o Brasil, em busca de novos talentos.

O show era promovido pela And1, marca de tênis e equipamentos de basquete focada no streetball.

Os resultados e melhores momentos das competições eram transmitidos pela ESPN num segmento chamado "Streetball", e também em DVDs que a companhia gravava e vendia. O primeiro lançamento veio em 1998, num mixtape mostrando as habilidades de Skip 2 My Lou, cujo verdadeiro nome era Rafer Alston. Na fita, Skip mostrava suas habilidades no lendário Rucker Park, em NY, com edição e trilha sonora do DJ Set Free. Alston se tornaria, possivelmente, o mais bem sucedido jogador da história do streetball, pois a fama alcançada com a fita lhe permitiu jogar 11 temporadas em 6 franquias diferentes na NBA, chegando a jogar uma final, pelo Orlando Magic, em 2009.

Image title

Os volumes 2 e 3 eram parecidos, e introduziram outros jogadores que se tornariam famosos como Main Event, 1/2 Man 1/2 Amazing, Hot Sauce e AO. Todos os jogadores eram conhecidos em quadra por seus apelidos. A partir do volume 4, o tour começou. Mais jogadores que ficariam famosos começaram a aparecer nas próximas edições, como Escalade, Helicopter, Baby Shaq e o favorito dos torcedores, The Professor, um jogador de 1,78m e com cara de nerd, e por isso recebeu este apelido. Apesar disso, The Professor "bagunçava" seus adversários como ninguém, e isto fez com que se tornasse um dos principais nomes da organização.

Image title

O tour ficou muito popular, e a And1 foi aprimorando o formato. A cada edição, o time da organização ia a diversas cidades onde aconteciam treinos abertos, seletivas e jogos oficiais. Os melhores atletas de cada cidade eram selecionados para acompanhar o time por mais algumas paradas em jogos eliminatórios, para que um deles ganhasse um contrato para defender o time principal. Spyda foi um deste atletas, e ganhou esta alcunha pois, ao enterrar, se pendurava no aro de ponta cabeça, como uma aranha.

And1 também foi ficando popular na NBA. Vince Carter usou tênis da marca no lendário concurso de enterradas de 2000, vencido pelo atleta e considerado um dos melhores da história. Em 2004, Chauncey Billups foi MVP das Finais pelo Detroit Pistons também usando tênis da marca. Vários jogadores, como o próprio Carter e seu primo Tracy McGrady, confessaram ter se inspirado em lances da And1 Tour para inovar com movimentos em quadra.

O treinador da equipe era o rigoroso Steve Burtt, que jogou 4 temporadas na NBA. O técnico jogava duro com seus atletas nos pedidos de tempo, exigindo dedicação e esforço em quadra. Pedir organização tática era outra história, afinal não é disso que vive o streetball.

O tour passou por diversos países do mundo em vários continentes, como Chile, Angola, Porto Rico e até no Brasil, onde ocorreram 3 jogos, sendo o primeiro em 2005. O ginásio do Ibirapuera foi palco de momentos marcantes, talvez o mais impressionante deles na edição de 2007, onde o brasileiro Bauruzinho "bagunçou" The Professor, maior ícone do evento.

Apesar disso, o time era imbátivel. A equipe da And1 nunca foi derrotada jogando nos EUA, e perdeu apenas para uma seleção de streetball de Porto Rico, território autonômo norte-americano.

Uma paródia da And1 Mixtape Tour aparece, inclusive, no filme "Pequenos Grandes Astros 2". Dois videogames foram lançados sob inspiração da companhia. "Street Hoops", em 2002, e "And 1 Streetball", em 2006.

Desde 2009, a And1 foi perdendo força, até que parou de fazer suas turnês. Os principais jogadores foram ficando sem idade para continuar, e Escalade, conhecido por seus 165kg, morreu em 2011 aos 31 anos de uma doença cardíaca.

A companhia continua produzindo produtos ligados ao basquete, mas sem o protagonismo de antes. Apesar disso, com certeza teve um impacto muito grande na popularização de um tipo alternativo de basquete, principalmente no começo dos anos 2000 onde a NBA enfrentava problemas de popularidade após o fim da Era Jordan e um locaute extenso em 1999. A cultura do streetball e do Hip Hop invadiu a liga, e ajudou a NBA a se aproximar mais de suas raízes.

Curta a Hoop78 no Facebook

Siga: Acompanhe o Hoop78 nas Redes Sociais:
facebook
twitter
instagram