Espalhe por Whatsapp

Josh Childress explica o quanto um jogador realmente recebe ao assinar um contrato na NBA

Renato Campos
Renato Campos

Josh Childress foi a sexta escolha do Draft de 2004 atrás de nomes como Dwight Howard e Emeka Okafor. Após um início promissor, a carreira do jogador foi por água abaixo nas oito temporadas que jogou pela NBA. A última notícia que tivemos do jogador, que hoje atua na Austrália, é que ele havia sido expulso de uma partida após uma cotovelada maldosa em um adversário.

Recentemente, Childress sentou com o pessoal da Grit Media para bater um papo sobre os contratos dos jogadores da NBA e contou alguns detalhes do quanto realmente sobra para o atleta no final das contas.

Vou ser honesto com a câmera. Tinha 21 anos, era a sexta escolha do Draft, assinei um contrato de 11 milhões por quatro anos. Aí você pensa... tenho 11 milhões! Na verdade você não vai ganhar mais do que cinco nestes quatro anos. Aquela casa de um milhão que você comprou e achou que iria sobrar mais 10 milhões, ficou muito mais cara.
A maioria sai para comprar casa para os pais e um carro da moda. Você tem que dar uma comissão de 2 a 4 por cento para seu agente. Tem um percentual que fica bloqueado com a NBA e o cheque que você recebe é muito menor do que você imaginava.
Isto eu estou falando como a sexta escolha de um Draft, se você analisar a situação de um calouro que ganha o salário mínimo de 350 mil dólares, pode ter certeza que ele não irá receber mais do que 200 mil.

Image title

Childress ainda comentou sobre a pressão que os mais novos sofrem dos veteranos para que você tenha um certo estilo de vida. Recentemente Matt Barnes contou que precisou ir a uma casa de strip para ver Allen Iverson jogar 40 mil dólares pelos ares. Ao contrário de alguns calouros que acabam se empolgando e fazendo o mesmo, Barners foi excessão e soube como montar seu pé de meia.

Semana passada, outra história veio a tona quando foi veiculado que Lorenzen Wright, outro ex-Hawks, gastou mais de um milhão de dólares em apenas 10 meses. Antes da sua morte misteriosa, Wright pagava de pensão para sua esposa algo em torno de 26 mil dólares por mês e como parte da herança, um cheque de um milhão de dólares. Abaixo segue uma lista do que ela fez com o dinheiro:

US$ 32.000 por um Cadillac Escalade
US$ 26.000 por um Lexus
US$ 69.000 em móveis para a casa
US$ 11.750 em uma viagem para Nova Iorque
US$ 339.000 em compra de uma nova casa e algumas obras de melhoria
US$ 7.100 para construção de uma piscina
US$ 5.000 em equipamentos para tratamento de grama
US$ 34.000 em impostos

A vida dos jogadores da NBA é sem dúvida recheada de luxos e mordomias, mas não pense que mal utilizado, tudo pode ir pro ralo. Hoje, Josh Childress recebe anualmente no Sydney Kings algo em torno de 7 milhões por ano.

Dá um play e confira o que rola no nosso som!