Espalhe por Whatsapp

O dia em que uma lenda da NBA desafiou a seleção brasileira de futebol

Guilherme Borges
Guilherme Borges

A Copa do Mundo de futebol começou. Não adianta, ela jamais passará desapercebida. Não importa se você é fã da NBA, NFL, NHL, MLB, Bocha, da competição de comer cachorro quente, do futebol de botão ou de qualquer outro tipo de competição esportiva. Não interessa se você ama ou odeia a seleção do seu país; se prefere discutir política; se está nesse planeta ou não. Uma coisa é certa: é impossível se manter indiferente. Toda a gama de sentimentos entre o amor e o ódio é possível. E nós, sabendo disso, não poderíamos deixar de contar uma incrível história que envolve copa do mundo e basquete.

O ano era 2010. De um lado, Kobe Bryant, um dos maiores jogadores de basquete de todos os tempos. Do outro a nossa querida seleção canarinho, com certeza a maior de todas. Kobe é conhecida por sua mentalidade vencedora, por desafiar seus adversários e por ser extremamente competitivo. Nessa história, o Black Mamba elevou o nível da competição.

Image title

Na temporada 2008-09 o Lakers foi o Campeão da NBA. Na temporada 2009-10, que antecedeu a Copa da África do Sul de 2010, a equipe Roxa e Dourada foi mais uma vez campeã da liga, completando o “Back to Back”. A Copa do Mundo de futebol, como se sabe, ocorre logo após o final da temporada da NBA, durante o período de férias dos atletas. Kobe, recém campeão, e amante de futebol por ter crescido na Itália (e admirar muito o Brasil), se dirigiu ao país sede da Copa e resolveu fazer um desafio em “tom de brincadeira” para a seleção brasileira.

Image title

O desafio do astro fez parte de uma campanha da Nike para a Copa do Mundo de 2010, chamada “Escreva o Futuro”. A ideia da campanha era que os fãs do esporte pudessem mandar mensagens para os atletas e seleções, e tais mensagens seriam comunicadas de uma forma um tanto quanto diferente. Na época, o conceito de comunicação através da interação digital era relativamente novo e não se viam muitos prédios exibindo mensagens por aí. A Nike então criou uma enorme tela de LED (quase metade de um campo de futebol em extensão) no edifício Life Center, em Joanesburgo, o quarto maior da cidade, que possibilitava esse tipo de interação. A ideia era simples: os fãs poderiam mandar mensagens através da página da Nike no Facebook, e essas mensagens seriam reproduzidas no telão anexado ao prédio.

Como tanto Kobe Bryant quanto a seleção brasileira são patrocinados pela Nike, em um de seus vídeos promocionais da campanha a empresa resolveu juntar os dois. E a brincadeira fazia sentido. Na época, Kobe tinha acabado de ganhar seu quinto campeonato, e todos sabiam da vontade do atleta de igualar Michael Jordan nesse quesito e ir em busca do sexto título. Também naquele ano a Seleção Brasileira, como sempre, era tida como uma das potências da Copa, estando também em busca da sua sexta taça. A mensagem que Kobe mandou então foi clara. “Brazil, race you to six” (Brasil, te desafio ao sexto campeonato). No vídeo da campanha, o atleta disse:

“Vou mandar a mensagem para o time mais empolgante do Mundo, os meus amigos do Brasil. Vou lançar o desafio: desafio vocês ao sexto título. Vamos ver quem consegue chegar lá primeiro. Eu lancei esse desafio. Obviamente eles estão atrás do seu sexto campeonato, e eu também quero ganhar meu sexto ano que vem, então é um desafio legal.”

Foi lançada a corrida, quem ganhasse primeiro o sexto campeonato, venceria. 

Image title

A história todos sabem: o favoritismo não traduziu em título para nenhum dos dois. Naquela temporada, muitos esperavam o embate entre Lebron James e Kobe nas finais, já que as comparações entre ambos eram constantes. Não rolou. O Lakers de Kobe acabou caindo para a equipe que viria a ser campeã da NBA nas semifinais da conferência oeste (o que equivaleria às quartas de final na Copa), o Dallas Mavericks, em um doloroso 4 x 0. Maior sorte também não teve o Brasil. A seleção canarinha, coincidentemente ou não, também foi eliminada nas quartas de final, perdendo para a seleção holandesa naquele famigerado 2 x 1.

Kobe, depois dessa história e da temporada 2010-11, teve sua carreira praticamente terminada por uma série de lesões e se aposentou sem o sonhado sexto título. O Brasil, por sua vez, permanece no sonho do Hexa e mais uma vez é cotado como uma das seleções favoritas a ganhar essa Copa do Mundo de 2018, que acontece na Rússia. Kobe, o desafio ainda vale?

Confira o vídeo da campanha!


Dá um play e confira o que rola no nosso som!