Espalhe por Whatsapp

NBA: Kevin Durant precisa aprender a lidar com um de seus maiores problemas

Renato Campos
Renato Campos
26 de Junho

Kevin Durant é um jogador a quem muitos adjetivos podem ser aplicados: um talento ímpar no basquete, um dos melhores e mais talentosos jogadores da história da NBA e talvez o cara de maior estatura mais habilidoso que o jogo já viu.

Ele também está concorrendo ao título de jogador "mais online" da liga hoje. O inimigo de Durant em sua última confusão no Twitter? Scottie Pippen. Lenda do Chicago Bulls.

Pippen atraiu a ira de Durant depois que o ele fez comentários a Tyler R. Tynes da revista GQ, no qual o ex-Bulls comparou Durant desfavoravelmente a LeBron James depois que seu Nets perdeu nas semifinais da Conferência Leste para o Bucks. Durant passou a maior parte da série jogando sem o lesionado Kyrie Irving e ao lado de um meia boca, James Harden.

“Quando você está liderando as tropas, você precisa saber como liderar e vencer”, disse Pippen. "E KD, por melhor que fosse seu ataque, acabou sendo seu pior inimigo, porque ele não soube jogar basquete em equipe. Ele continuava tentando acertar arremesso atrás de arremesso. LeBron teria sido melhor nesse tipo de situação, porque ele teria usado sua equipe para buscar a vitória. "

Na série, Durant teve média de 35,4 pontos, 10,6 rebotes e 5,4 assistências com 49,7% de arremessos.

Durant disparou contra Pippen logo depois, apontando as falhas anteriores de Pippen na quadra e, na opinião de Durant, o comportamento egoísta em um jogo quando ainda estava em Chicago.

"O grande Scottie Pippen não se recusou a entrar em um jogo faltando apenas alguns segundos, porque ficou sentido que seu treinador planejou uma jogada para um arremessador melhor?"

Pippen foi questionado sobre o que aconteceu quando ele decidiu se ausentar de um final de um jogo de playoff de 1994 com a posse final, depois que o Bulls prepararam uma jogada para Toni Kukoc fazer o último lance.

"Foi meu primeiro ano jogando sem Michael Jordan, por que eu não faria aquela última tentativa? Passei por todos os altos e baixos, as batalhas com o Pistons e agora você vai me deixar fora dessa? Achei que foi um golpe bem baixo ", disse Pippen. "Senti que era uma oportunidade de dar uma ascensão a Kukoc. Foi um movimento racial dar uma ascensão a ele. Depois de tudo que passei com esta organização, agora você vai me dizer para tirar a bola e jogar para Toni Kukoc? Você está me insultando. Foi assim que me senti. "

Fato é, que Scottie Pippen deixou sua opinião e nada mais que isso. Kevin Durant tem sido um cara extremamente ativo em suas midias sociais, e muitas das vezes, sempre respondendo rispidamente quem não concorda com ele, ou mesmo, o coloca atrás de outro jogador em um ranking, como neste exemplo.

Na última semana, o seu ex-técnico Steve Kerr, que foi companheiro de Pippen, disse que um dos maiores problemas de Durant em seus tempos de Warriors, era exatamente o seu celular. Kerr disse que no seu terceiro ano com o time da Bay Area, Durant passava muito tempo encarando a telinha.

“Eu podia ver a tensão em seu rosto todos os dias, especialmente naquele terceiro ano (com o Warriors), e era o dia todo. Ele ficava encarando o seu telefone o tempo todo.”

Durant, com seus 19 milhões de seguidores, é o segundo jogador da NBA mais seguido no Twitter. (Apenas LeBron James, com 49,6 milhões de seguidores, está à frente dele.) E ele é certamente um dos mais ativos também. 

A reunião pelo Zoom onde Kyrie Irving tentou acabar a bolha da NBA

E dada a tendência de Durant para se envolver com os trash talkers, é fácil ver como essas interações e toda a negatividade podem se somar.

Além de se preparar fisicamente para mais uma temporada no final do ano, Durant pode precisar mais ainda dar atenção as questões mentais.

Curta o som Hoop78!