Paul George incentivou algoz do Thunder a entrar na NBA
Espalhe por Whatsapp

Paul George incentivou algoz do Thunder a entrar na NBA

Ricardo Romanelli
Ricardo Romanelli

Donovan Mitchell é uma das sensações da temporada. O calouro do Utah Jazz fez a franquia esquecer rapidamente o ala Gordon Hayward, e foi o principal motivo pelo qual o Jazz eliminou o estrelado Oklahoma City Thunder no primeiro round dos playoffs.

O que poucos sabem, no entanto, é que o ala Paul George, do Thunder, e o armador Chris Paul, do Houston Rockets, tiveram papel importante na decisão do calouro de se inscrever para o Draft da NBA na atual temporada.

Mitchell concluiu a temporada universitária de 2017 pela universidade de Louisville, e não pretendia se inscrever para o Draft da NBA. Ele ainda não se considerava bom o suficiente, e sequer cogitava virar profissional. Tudo mudou, no entanto, em sessões de treino pré-Draft, onde vários prospectos se apresentam diante de scouts e profissionais da NBA.

“Quando saí do campus, meu quarto ainda estava lá, cheio de coisas. Não fiz as malas, eu ia voltar para mais um ano. Na minha cabeça isso era 100%” – @Donovan Mitchell.

Mas aí, tudo mudou. Em um dos treinos, Mitchell conheceu Paul George e Chris Paul. Por mais que ele fosse difícil de convencer, os dois All-Stars da NBA acabaram convencendo o calouro de que ele era bom o suficiente para entrar no Draft já naquele ano.

“Ele é muito bom. Ele não tem medo. Todos vimos ele treinando neste verão, eu sabia que ele ia florescer. Talvez ninguém esperasse esse tipo de temporada tão rápido, mas eu sabia que ele seria especial. Ele foi muito competitivo desde o primeiro dia” – @Paul George

Paul George não tinha ideia de que Mitchell acabaria sendo o algoz de sua equipe nos playoffs já na primeira temporada quando deu estas declarações. O mais curioso, é que o próximo adversário do calouro do Jazz na fase de mata-mata é o Houston Rockets, de Chris Paul, que também tinha algo a dizer sobre Mitchell após o atleta já estar chamando atenção de todos na liga

“Ele realmente sabe jogar. Não estou surpreso. Ele é forte, e ele ama o basquete, nos dois lados da quadra. Eu não sei se é por ele estar em Utah que todo mundo está surpreso, mas eu não estou” - @Chris Paul

A tarefa agora é mais difícil, mas se Donovan Mitchell e o Jazz conseguirem fazer frente ao Houston Rockets, poucas vezes teremos visto uma narrativa tão cinematográfica na temporada de estreia de um jogador na NBA.


Dá um play e confira o que rola no nosso som!