Espalhe por Whatsapp

Os 60 pontos de Klay Thompson

07 de Dezembro

Klay Thompson marcou 60 pontos, e quando isso por si só não é o fato mais interessante, significa que precisamos falar sobre isso.

O ala-armador do Golden State Warriors fez seus 60 pontos em apenas 29 minutos em quadra. Tocou na bola só 46 vezes, bateu bola míseras 11 vezes. Teve a bola nas mãos por insignificantes 90 segundos no jogo inteiro.

É, amigos, quando um cara precisa de um minuto e meio de posse de bola pra marcar 60 pontos, estamos diante de algo histórico.

Klay começou a temporada meio por baixo. Muitos esperavam que fosse o que mais sofresse para se adaptar à presença de Kevin Durant, e o começo ruim chegou até a incluí-lo em rumores de trocas.

Logo ele espantou a má fase, e com essa recente performance dos 60 pontos fez mais, se afirmou como o companheiro de time que todo astro da NBA gostaria de ter.

Todo mundo sabe que Thompson e o MVP Steph Curry, os famigerados "Splash Brothers", estão já há algumas temporadas estraçalhando recordes de arremessos de três pontos e revolucionando a forma como o basquete vê a linha de três pontos. Existe, entretanto, uma diferença fundamental entre eles.

Enquanto Curry costuma arremessar com a bola nas mãos, após driblar seus oponentes, Klay faz o oposto. Ele se movimenta sem a bola e busca o melhor lugar para receber o passe e arremessar imediatamente ao receber o passe.

Ora, qual astro da NBA não gostaria de ter um companheiro de equipe assim? Basicamente o atleta pode driblar a bola, tentar uma finta e se ficar marcado lá estará Klay, posicionado perfeitamente e pronto para tirá-lo de uma situação difícil ao receber a bola e rapidamente converter um arremesso.

E é aí que está a verdadeira genialidade na eficiência de Thompson. A NBA já viu muitos jogadores que até convertem vários arremessos, mas dominam a bola e não envolvem seus companheiros de time. Marcam vários pontos e acumulam derrotas devido a um sistema ofensivo estagnado e previsível.

Klay Thompson é o oposto. Ele entrega eficiência ao mesmo tempo que dá ao time opções. Com seu arremesso extremamente veloz e certeiro, dá um trabalho danado para defesas adversárias que são obrigadas a acompanhá-lo enquanto corre através dos espaços, em busca do melhor ponto para receber a bola. Com isso, ele bagunça o sistema defensivo dos adversários, deixando o explosivo ataque do Warriors ainda mais imprevisível e letal.

Pra ajudar, Klay é um legítimo gente boa. Um cara tranquilo, pacato e leal. Algo raro numa NBA de egos inflados e vestiários incendiados por vaidade e interesses.

Eficiente, fácil de lidar e letal. Klay Thompson é mais do que o companheiro de time perfeito. É a peça que traz o diferencial do dinamismo para o ataque do Warriors. A válvula de escape para defesas que dobram a marcação em Curry e Durant.

Muitos se perguntam se Thompson seria o mesmo se não tivesse Curry do lado, mas e se fizéssemos esta pergunta ao contrário? Como jogaria Curry se as defesas que o contestam pudessem focar só nele, sem se preocupar com um arremessador tão letal que pode pontuar em um milésimo de segundo?

Dado o nível de amizade e sintonia dos dois, é difícil que fiquemos sabendo a resposta para essas perguntas tão cedo. Mas o que já sabemos é que Klay Thompson é muito mais que o coadjuvante de Steph Curry e Kevin Durant. Ele é o fiel da balança de um ataque dinâmico e de um time de alta combustão.


Fique por dentro

NBA: Kyrie Irving revela porque agiu de forma agressiva com torcida do Celtics

Draymond Green fica indignado com escolha da NBA

NBA: Steve Nash preocupa ao falar de atual situação de Ben Simmons

Acompanhe o Hoop78

No Instagram

No Spotify

Curta o som Hoop78!